Concorra apenas com você!

Por Claudete  Pessôa –

A exigência social de estar sempre em disputa com tudo e com todos buscando ser o melhor, se destacar, estar na frente, ser o primeiro… leva a grande maioria  das pessoas a uma eterna insatisfação pessoal e para piorar, muitos desenvolvem baixa autoestima e este quadro pode se agravar em doenças físicas e psíquicas.

O cenário descrito acima é muito vivenciado pelos concurseiros, visto que se percebem concorrendo com milhares de pessoas para a conquista de uma vaga no  serviço público, em busca da estabilidade financeira e profissional. Entendo que esta percepção é inadequada e fator de grandes decepções pessoais que muitas vezes levam ao desânimo e à desistência de um sonho tão importante para a construção de um futuro mais feliz.

É importante perceber que quando se decide estudar e conquistar vaga no concurso público, iniciamos uma trajetória de superação pessoal. Esta conquista
acontecerá quando você reunir patrimônio de conhecimento suficiente para estar no topo da lista de classificação. Cada prova é oportunidade para verificar sua evolução nesta trajetória, pois não se estuda apenas para um concurso. O plano de estudos deve contemplar etapas e metas como degraus de um pódio. Ninguém consegue, em um pulo só, sem preparação, sem base fortalecida, chegar ao topo. Existe um caminho a percorrer e cada passo dado precisa ser percebido e comemorado.

A disputa com o outro não é proveitosa e nem justa. Chega a ser insana e burra essa exigência da sociedade de que temos que ser melhor que os outros. Loucura! Sempre avisei a todos aqueles que se afirmavam meus concorrentes que eu nunca disputei nada com ninguém e sim comigo mesma. A minha superação diária sempre foi o meu foco. Minhas conquistas são resultantes desta decisão. Fica a dica!

Jamais se compare ao outro. Somos seres únicos. Sua realidade e trajetória são exclusivas. O importante e proveitoso para a sua trajetória de sucesso é comparar o seu desempenho de hoje com o de ontem e perceber se houve evolução. Caso não seja satisfatório o seu desempenho, transforme o erro em aprendizado e analise onde é preciso melhorar e mudar. A avaliação constante de metodologias e planos de ação é necessária para o crescimento decorrente da persistência. Persistência não é teimosia. Se não há avanço ou superação, algo está errado e precisa ser ajustado. Se necessário, converse com outras pessoas, seja de confiança ou profissionais no assunto. Uma terceira opinião pode ampliar nossos horizontes e ajudar na percepção de falhas a serem corrigidas.

Estar concorrendo com você mesmo significa autorresponsabilidade, ou seja, assumir que só depende de você a conquista do seu futuro. Claro que você pode e deve buscar apoios de qualidade, que ajudarão a acelerar a sua realização, mas tenha certeza que cabe a você, e só a você, a missão e a possibilidade de realizar os seus propósitos e sonhos. Jamais duvide da sua capacidade de conquistar o que quiser, apenas reavalie seus métodos e elimine as crenças limitantes. Não aceite nada menos que o seu melhor. Não se poupe para a construção do seu futuro. Seja SUPER!

Contato: whatsapp 21 989227003 – Instagram @claudetepessoa.oficial – email: coordenacao@superprofessores.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *