Notícia

TJ - PI

Justiça autoriza retomada do concurso.

TJ - PI
O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) foi autorizado pela Justiça a dar prosseguimento ao concurso público para analista judiciário em diversas especialidades. Parado desde dezembro de 2015 para investigação de fraude, a decisão foi tomada após análise minuciosa das provas produzidas pela Polícia Civil e apresentadas em relatório entregue ao TJ na semana passada. Há 21 pessoas indiciadas, sendo que 12 já estão presas. O presidente do TJ, desembargador Raimundo Eufrásio, também autorizou a Fundação Getúlio Vargas, organizadora do certame, a eliminar 50 candidatos beneficiados direta ou indiretamente pelo esquema fraudulento.
 
A lista dos eliminados deverá sair ainda nesta semana. Por enquanto, os participantes já podem conferir, na página da FGV, os documentos divulgados no dia 30 de março. Estão disponiveís para consulta a resposta aos recursos contra o gabarito oficial preliminar, o gabarito oficial definitivo, o resultado preliminar da prova escrita objetiva e a consulta individual às notas. Para acessa-lá, é necessário que o concorrente tenha em mãos o número do CPF e a senha de usuário.
O concurso, que reúne 42.920 participantes, agora seguirá normalmente. A FGV deverá divulgar, em breve, um novo cronograma com datas das atividades subsequentes. O certame oferece 180 vagas, mais formação de cadastro de reserva, em várias especialidades da carreira. A remuneração total inicial é de R$6.518,71, e ainda conta com benefícios como indenização de transporte, adicional de periculosidade e gratificação de insalubridade. A carga horária será de 30 horas semanais. A contratação será pelo regime estatutário, garantindo a estabilidade. O concurso terá validade de dois anos, prorrogável por igual período.
 
Fonte: Folha Dirigida